fundo parallax

Inteligência emocional – psicólogo Daniel Goleman

03/02/2020

Série de artigos sobre Inteligência Emocional que vou escrever usando como base vários livros e artigos sobre o tema. Hoje, estou com o livro do Daniel Goleman – Inteligência Emocional –  como referência.

Começando com o….  O Desafio de Aristóteles:

“Qualquer um pode zangar-se – isso é fácil. Mas zangar-se com a pessoa certa, na medida certa, na hora certa, pelo motivo certo e da maneira certa – não é fácil.”
ARISTÓTELES- Ética a Nicômano

Um alto QI não é garantia de sucesso.

A emoção pode dar a verdadeira medida da inteligência humana.

A ausência de habilidade emocional pode ser o verdadeiro motivo de tantos casamentos desfeitos. No mundo empresarial, o QI (coeficiente de inteligência ) alto consegue um bom emprego. O QE (coeficiente emocional ) alto é um alavancador de promoções.

Em Inteligência Emocional, o psicólogo Daniel Goleman examina estas questões polêmicas, por meio de instigante viagem pelos labirintos da mente humana. Aliando o rigor do cientista à experiência humana do psicólogo, Goleman traduz as mais recentes descobertas neurológicas para o público leigo. E é esta base científica que apoia suas teses reveladoras.

Inteligência Emocional será a base dos vários artigos que escreveremos sobre o tema. O livro de Daniel Goleman em si, é uma obra brilhante que apresenta revelações surpreendentes para todos os que ainda acreditam na ditadura da razão e vamos escrever sobre isto!  Grande sucesso nos Estados Unidos, o livro tem orientado novas propostas pedagógicas, bem como servido como base no processo de seleção de empregados de empresas pelo mundo afora.

Inteligência Emocional trata das grandes questões da mente humana com argúcia e profundidade. É uma referência indispensável a todos os que desejam aproveitar melhor suas potencialidades.

Psicólogo, PhD pela Universidade de Harvard, Goleman, parte de ampla pesquisa cientifica e entende que o controle das emoções é fator essencial para o desenvolvimento da inteligência do indivíduo. Não há uma loteria genética para definir vitoriosos e fracassados no jogo da vida. Goleman procura provar que, embora haja pontos que determinam o temperamento, muitos dos circuitos cerebrais da mente humana são maleáveis, podem ser trabalhados e, portanto, temperamento não é um destino.

Partindo de casos do quotidiano, Goleman mostra como a incapacidade de lidar com as emoções pode destruir vidas e acabar com carreiras promissoras. Ao mesmo tempo, esclarece de que modo se pode atuar diretamente sobre a inteligência emocional para que problemas assim sejam evitados.

Nos dias de hoje, é flagrante a crise que a humanidade atravessa. Crimes hediondos, suicídios, abuso de drogas… são sinais alarmantes.
Tudo isso é reflexo de uma cultura que só apostou no intelecto, relegando ao esquecimento o lado emocional do indivíduo. Estamos diante de um tema…polêmico e, neste livro referência, Goleman mostra a importância de se considerar a emoção para se chegar a uma sociedade mais equilibrada e feliz.

Polêmico, inovador, inquietante…. Inteligência Emocional é um grito de alerta aos que ainda pensam que a razão é a única responsável por nosso destino. Pense nisso!


A. Ornellas 
Coach Executivo; Palestrante; Consultor Sr e Co-fundador da TCS Creative

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *